Parashá Ki Tetse

Horário de acendimento das velas:

São Paulo: 17h36
Rio de Janeiro: 17h23
Jerusalém: 18h27

Histórias para a Mesa de Shabat

“Um pobre faminto passava pelo palácio do rei quando viu que ali se realizava uma enorme festa, com as comidas mais deliciosas. Seus olhos, que não viam um bom prato de comida há dias, quase saltaram quando viram passar bandejas com frangos suculentos. Com tanta fartura, certamente não lhe negariam um pequeno prato de comida. Mas quando tentou entrar foi imediatamente barrado por dois guardas reais, que pediram seu convite para a festa. O pobre obviamente não havia sido convidado, então explicou aos guardas que queria apenas um prato de comida. Os guardas, mesmo sentindo dó daquele homem esfomeado, negaram. O pobre explodiu de raiva e gritou:


- Isto é um absurdo! Por acaso falta algo para o rei, a ponto de me negarem um prato de comida?


Os guardas explicaram que obviamente não faltava nada ao rei, mas que a festa era para os amigos e era proibido a entrada de qualquer pessoa que não havia sido convidada. Portanto, qualquer um que desse comida para o pobre estaria desobedecendo ordens reais e seria preso.


Inconformado, o pobre forçou sua entrada no salão e foi diretamente falar com o rei e pedir um prato de comida. O rei teve piedade daquele homem e mudou a lei que havia decretado, deixando o pobre comer o que quisesse no salão”.


Muitas vezes temos dificuldades. Nos apoiamos em intermediários, ao invés de pedir nossas necessidades diretamente ao Rei, o Criador do mundo, que é infinitamente misericordioso. Esta é a força da Tefilá, nossa conexão direta com o Criador.

Centro Feminino de Atividades e Estudos Judaicos

  • YouTube
  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey